Produção e venda de artigos zero waste. Higiene feminina. Ecologia e sustentabilidade.

Blog

Black Friday - NÃO!

Black Friday - NÃO!

Escrito em 07 de Nov. de 2020

É verdade que já aderimos à black friday, sim.  Mas cada vez mais nos distanciamos desse dia e cada vez mais sentimos que não há justificação. Então hoje venho falar-vos dos motivos pelo quais não iremos aderir à Black Friday: - Somos uma marca pequena que luta todos os dias por ter um preço justo de forma a poder pagar as despesas e claro, como todas as empresas obter lucro e com esse lucro poder pagar os salários das pessoas que colaboram connosco. Só assim uma empresa consegue ser sustentável. Não nos podemos comparar com marcas que ganham margens enormes ... Ler mais
Os nossos pensos reutilizáveis

Os nossos pensos reutilizáveis

Escrito em 19 de Out. de 2020

Como mulheres quando despertamos para o uso de produtos mais amigos do ambiente, ponderamos a utilização de pensos reutilizáveis ou outras soluções menstruais. E sem dúvida que é uma das formas de evitarmos que 12000 penos vão parar aos aterros. Ao estarmos a tomar esta decisão já estamos a ser mais conscientes das nossas acções e a contribuir para a diminuição do lixo. Foi por querer dar esta opção às mulheres que lancei os nossos pensos reutilizáveis. Eles são feitos de forma artesanal em Portugal. Usamos sim algodão biológico mas também usamos tecidos excedentes de fábricas portuguesas, de coleções antigas, ... Ler mais
A minha jornada na Flow

A minha jornada na Flow

Escrito em 18 de Out. de 2020

A minha jornada começou há cerca de 7 anos (2013) quando decidi usar a tempo inteiro alternativas mais saudáveis na minha menstruação. Nas minhas pesquisas encontrei o copo menstrual, mas depois do insucesso inicial parti em busca de outras alternativas.   Em Portugal ainda não havia muita informação e oferta sobre alternativas aos tradicionais pensos e tampões descartáveis, e foi em grupos de mulheres americanos e ingleses que descobri os pensos reutilizáveis. Achei a ideia fantástica e a partir daí fui adquirindo aos poucos. A partir de determinada altura comecei a fazer os meus próprios pensos reutilizáveis e fui mostrando ... Ler mais
×